Aprender com Canárias


Deslocou-se às ilhas das Canárias, de 14 a 21 de Dezembro último, uma equipa de técnicos do projecto “Gestão Integrada e Participativa dos Ecossistemas nas Áreas Protegidas e Envolventes, Fase I”, no sentido de colher as experiências das ilhas Canárias, em matéria de planeamento e gestão de espaços naturais protegidos.


O programa foi muito vasto consistiu na visita a vice-consulesa do meio ambiente e ordenamento do território, visita ao centro de interpretação de Maspalomas, visita ao Parque Natural del Nublo (Parque-Urbano), visita ao Parque Natural de Tamadaba, visita a unidade orgânica de planeamento, coordenação técnica e controlo de gestão de Tenerife, visita ao Parque Natural de Teno e visita ao Parque rural de Anaga.


Houve boas informações e alguns ensinamentos que poderão servir de autênticos holofotes de prevenção para o nosso pais, por exemplo, na visita ao Centro de Interpretação de Maspalomas, disse um dos responsáveis pela administração “que tem a função de informar os visitantes que as donas não são montanhas de areia, mas sim uma Reserva Natural Especial”. Para depois acrescentar que em matéria de conservação “as vitórias são efémeras e as derrotas definitivas”.