MESCI promove seminário sobre mudanças climáticas visando criação de condições para actividades científica

NUUU

 

Cidade da Praia, 09 Jan (Inforpress) – A criação de condições para um maior desenvolvimento de actividades de base científica é o mote da realização do seminário sobre mudanças climáticas, a 12 de Janeiro, em São Jorge, município de são Lourenço dos Órgãos.

De acordo com o Gabinete de Comunicação do Ministério do Ensino Superior, Ciência e Inovação (MESCI), promotor do evento, o seminário “Mudanças climáticas e utilização adequada do solo” é organizado em parceria com a West African Science Service Center on Climate Change and Adapted Land Use, “WASCAL”.

Segundo a organização, para a criação de condições para um maior desenvolvimento de actividades de base científica, estão avançadas acções de cooperação com instituições de Portugal e da Comissão da União Europeia, nomeadamente na criação de uma célula funcional de incremento à participação em consórcios internacionais de investigação e acções de formação avançada e mobilidade de docentes e discentes.

O seminário irá reunir técnicos, organizações não-governamentais, sociedade civil, investigadores e outros interessados, com a finalidade de obter as contribuições de Cabo Verde para o Plano de Acção Regional que a WASCAL tem em preparação.

Para o efeito, desloca-se a Cabo Verde um “expert” sénior da organização que será o principal moderador do seminário, que terá como metodologia a divisão dos participantes em grupos de trabalhos à volta de cinco temas.

O MESCI explicou que Cabo verde, como país saheliano, fustigado frequentemente por secas e com pouco solo disponível para agricultura, é um arquipélago particularmente interessado nesta temática e na participação em futuros projectos ou iniciativas que visam mitigar os efeitos das mudanças climáticas através de uma utilização mais adequada do solo.

O seminário “Mudanças climáticas e utilização adequada do solo” terá lugar nas instalações do INIDA e a abertura será presidida pelo ministro do Ensino Superior, Ciência e Inovação, António Correia e Silva.