Fogo: Ministros da Agricultura e Ambiente e o das Infra-estruturas na ilha com a questão de Chã em agenda

Centro Acolhimento AchadaFurna

São Filipe, 02 Mai (Inforpress) – Os ministros da Agricultura e Ambiente e das Infra-estruturas, Habitação e Ordenamento do Território, Gilberto Silva e Eunice Silva, iniciam nesta segunda-feira uma visita de dois dias à ilha, com a questão dos deslocados de Chã das Caldeiras em agenda.

Segundo o programa de visita de Gilberto Silva e Eunice Silvas, os dois primeiros membros do Governo de Ulisses Correia e Silva a deslocar-se à ilha do Fogo, o primeiro dia é dedicado quase na totalidade à questão dos deslocados de Chã das Caldeiras.

Uma deslocação ao armazém da Enapor, em São Filipe, onde estão armazenados os contentores com ajuda em materiais de construção civil, que vieram de Angola, seguido de visita à adega de Monte Barro, responsável pela produção do vinho “Maria Chaves”, às obras de reabilitação das casas em Monte Grande e Achada Furna, assim como contactos com as famílias, constam igualmente do programa da visita.

As obras da reabilitação das moradias estão atrasadas e deviam ficar concluídas no final de Março, mas até ainda nem todas as 110 casas estão prontas.

Os titulares das pastas da Agricultura e Ambiente e das Infra-estruturas, Habitação e Ordenamento do Território vão visitar as instalações provisórias da adega de Chã, seguido de um encontro com o presidente da Associação da Cooperativa, visita ao local de construção da adega definitiva, a zona de Monte Amarelo, um dos possíveis pontos para construção do novo assentamento, e o perímetro florestal de Monte Velha.

Na terça-feira, o ministro da Agricultura e Ambiente terá um encontro de apresentação e conhecimento com os técnicos e funcionários da delegação do seu Ministério, ao que se segue o programa conjunto com a ministra das Infra-estruturas, com encontro com o vogal residente do Conselho Directivo do Gabinete de Reconstrução do Fogo, com a comissão de aconselhamento para gestão dos fundos aos deslocados de Chã das Caldeiras, com coordenador do Gabinete de Desenvolvimento Regional, bem como com o coordenador do Parque Natural do Fogo.

Ainda na terça-feira, os dois membros do Governo têm agendado uma deslocação aos Mosteiros, onde, além do sector da delegação do Ministério da Agricultura para encontro com os técnicos e funcionários, têm programado visita à empresa Fogo Coffee Spirit e às instalações da adega Sodade.

A questão do novo assentamento, o fim da distribuição de cestas básicas às famílias deslocadas de Chã das Caldeiras e a sua substituição por recursos financeiros, a distribuição de parcelas de terreno de Estado na área de Montinho às famílias que perderam terreno agrícola na sequência da erupção, são algumas situações que podem ser clarificadas com a visita dos dois membros do Governo, que acontece 10 dias depois da tomada de posse do novo executivo.

Fonte:http://inforpress.publ.cv/